O que fazer nas ilhas Gili, Indonésia

As ilhas Gili conquistaram imensa popularidade nos últimos anos entre os turistas. É raro encontrar alguém que tenha visitado a Indonésia e não incluído esses destinos de águas cristalinas em seu itinerário. Portanto, compartilharei informações sobre as ilhas e contarei minha experiência por lá!

Índice deste post

Gili T foto de drone

As Ilhas Gili, localizadas na costa noroeste de Lombok, Indonésia, são um conjunto de pequenas ilhas, incluindo Gili Trawangan, Gili Air e Gili Meno. Conhecidas por praias de areia branca, águas cristalinas e recifes de coral vibrantes, e por conta disso, atraem turistas em busca de mergulho, snorkeling e relaxamento à beira-mar.

Um aspecto singular das Ilhas Gili é a notável ausência de veículos motorizados, o que impulsiona o uso de cavalos para o transporte de turistas e carga. Contudo, essa prática tem se tornado uma preocupação significativa devido ao considerável aumento do número de turistas, resultando em cargas excessivas e jornadas mais longas para os animais. Essa situação levanta questionamentos cruciais sobre a sustentabilidade do uso de cavalos para esses fins em Gili Trawangan.

O apelo crescente por práticas mais éticas e o bem estar animal ressoa na tentativa de equilibrar a tradição cultural com considerações humanitárias, já que uma grande parte dos moradores da ilhas tiram seu sustento trabalhando no transporte de turistas. 

Ao chegar em Gili Trawangan, fui surpreendida por uma mistura de encanto e frustração. A beleza natural das praias contrastava de forma marcante com a cena caótica das ruas estreitas, onde charretes, bicicletas e pedestres competiam por espaço, criando um ambiente agitado. A complexidade da situação era agravada pelo intenso odor nas ruas principais, saturado pelos resíduos dos animais utilizados nas charretes. Certamente não era exatamente a ilha que me haviam “vendido”!

Apesar disso, Gili Trawangan permanece sendo um destino que vale muito a pena. O lugar preserva uma atmosfera única, se destacando em comparação com outras ilhas que visitei na Indonésia.

Qual das Ilhas Gili escolher?

Vamos explorar as peculiaridades de cada ilha para ajudar a encontrar aquela que mais combina com você.

Gili Trawangan (Gili T)

A ilha mais animada e badalada, Gili Trawangan, apelidada de Gili T, conquista corações com sua estrutura turística robusta e noites agitadas. Apesar de ser a maior das três, com uma hora de pedalada você consegue explorar toda a ilha. 

Com hotéis confortáveis, spas relaxantes e uma oferta diversificada de restaurantes, Gili T é reconhecida por sua vida noturna vibrante. Além disso, destaca-se um pequeno mercado noturno com diversas opções de frutos do mar, proporcionando uma experiência local intrigante. Vale notar a peculiaridade da possibilidade de aventuras noturnas envolvendo “magic mushrooms”, algo a se considerar em um país com leis rigorosas para o tráfico de drogas.

A vida noturna pode ser agitada, mas Gili Trawangan oferece cantos mais sossegados, permitindo que os visitantes escolham entre a agitação e a serenidade longe das ruas principais.

Gili Air

A menor das três, Gili Air, mantém uma estrutura turística sólida, mas a atmosfera é mais intimista e afastada. Pelas ruazinhas de terra batida, crianças brincam, e galos e galinhas contribuem para o charme pacato de uma vila à beira-mar.

Com tamanho intermediário, Gili Air é uma escolha equilibrada. Oferece opções de resorts e restaurantes mais sofisticados, mas também proporciona experiências mais autênticas e acessíveis em bangalôs na beira da praia.

Gili Meno

A menor das ilhas, Gili Meno, pode ser considerada a mais remota e tranquila do trio. Sua estrutura é menos desenvolvida em termos de hospedagem e alimentação, mas isso a torna um verdadeiro retiro espiritual. Conhecida como a “Ilha da Lua de Mel”, Gili Meno é um refúgio romântico, onde praias consistentes e um ambiente rústico conquistam os corações dos visitantes.

Resumidamente, Gili Trawangan brilha com sua animação noturna, Gili Air oferece uma atmosfera intermediária, enquanto Gili Meno convida à tranquilidade. A escolha depende do que você busca: festa, romance ou um equilíbrio encantador entre os dois?

Optamos por Gili T, mas confesso que, se fosse hoje, escolheria Gili Air. Por ser uma jovem senhora que aprecia locais mais silenciosos e com menos turistas.

Ilhas Gili barco

Como chegar nas Ilhas

Existem duas principais opções para chegar às Ilhas Gili: via Bali ou diretamente de Lombok, embora você também possa sair de outras ilhas, como por exemplo Nusa Penida, ou Nusa Lembongan. A diversidade de empresas que oferecem esses trajetos é ampla, e o site 12GoAsia é uma excelente ferramenta para pesquisar preços e horários, abrangendo todas as opções disponíveis entre os destinos escolhidos.

Saindo de Bali para as Ilhas:

As Ilhas Gili estão a aproximadamente 2 horas de barco de Bali, sujeitas a variações conforme as condições do mar. Os barcos saem de Padang Bai. Inclusive, muitas pessoas incluem Gili no roteiro após visitar Ubud, já que o píer e também as ilhas Gili são relativamente mais próximas de lá do que do Sul de Bali.

Existe também a opção de pegar um barco de Serangan para as Ilhas Gili.

Embora seja uma viagem mais longa, é um ponto de partida mais adequado para pessoas que ficam na área de Kuta. Alguns dos barcos rápidos que partem de Serangan podem até passar por Padang Bai primeiro antes de ir para as Ilhas Gili.

Para quem se desloca por conta própria até o píer (de táxi ou transfer), é aconselhável chegar ao ponto de embarque aproximadamente 30 minutos antes do horário de saída do barco para realizar o check-in.

Gili para Bali:

Ao retornar de Gili para Bali, a maioria das empresas oferece transporte de ida até os portos de Amed, Serangan ou Padang Bai, além do serviço de retorno até as acomodações.

Vale notar que esse trajeto é um tanto quanto caótico, o porto de Gili não é dos mais organizado, vai ter sempre muita gente chegando e outras esperando os barcos para saírem da ilha, de várias empresas, tudo junto e misturado. 

Compramos de um vendedor local o pacote barco + van que nos levaria de Gili para Canggu, onde ficaríamos hospedados. Segundo o vendedor, a van iria do pier direto para Canggu. No entanto, ao chegarmos em Padang Bai, a única opção oferecida foi entrar em um ônibus que percorreria toda a ilha de Bali (Ubud, Uluwatu, Canggu, etc.), e Canggu seria o último ponto, significando mais 4 horas dentro do ônibus. Cansados e estressados, decidimos pagar por um táxi que nos levaria diretamente para o hotel.

Depois descobrimos que esse golpe acontece com frequência, depois dessa situação, comprei religiosamente todas minhas passagens de barco, trem ou ônibus pelo 12GoAsia. Minha sugestão é: compre apenas o bilhete do barco até o píer e, ao chegar lá, negocie um táxi ou solicite um Grab até sua acomodação. É importante notar que próximo ao pier, os carros do Grab não são permitidos, então será necessário caminhar um pouco para sair da área restrita pelos taxistas.

Lombok para Gili: 

O trajeto é mais curto, realizado em apenas 30 minutos com o barco rápido, oferece uma opção conveniente. Uma alternativa interessante e econômica é a balsa pública no porto de Bangsal, proporcionando uma experiência mais próxima à realidade dos moradores locais. As passagens para essa opção custam menos de 1 dólar, e as balsas públicas partem diariamente às 7h30 e às 16h30.

Vendo o por do sol em Gili T

Quantos dias ficar

O trajeto para chegar em Gili foi um dos mais demorados e caóticos que enfrentamos na Indonésia. Os barcos atrasaram, o sistema mostrou-se um tanto bagunçado, e, dependendo das condições do mar e da localização de partida, o trajeto pode se estender por mais de duas horas. Em resumo, reserve no mínimo meio dia para se locomover entre os pontos.

Por conta disso, para aproveitar mesmo as Ilhas Gili, sugiro ficar pelo menos duas noites.Consideraria até mesmo prolongar ainda mais se tivéssemos tempo, pois, apesar de serem ilhas pequenas e exploráveis em poucos dias, a atmosfera delas é incrível. Na minha opinião, a estratégia ideal é relaxar na areia e desfrutar de mergulhos refrescantes. Essa experiência foi uma maneira excepcional de recarregar as energias.

O que fazer nas Ilhas Gili

Explorar as praias é uma obrigação nas Ilhas Gili. Em Gili Trawangan, Sunset Beach, no lado noroeste, é um espetáculo, especialmente durante o pôr do sol. Por outro lado, a Praia de Malibu, na costa sudoeste, oferece areias brancas incríveis. Em Gili Meno, as praias no norte e noroeste são verdadeiros tesouros, enquanto em Gili Air, muitos consideram suas praias as melhores de todas as ilhas. Todas essas maravilhas podem ser exploradas em um passeio de bicicleta, facilmente disponível para aluguel nas ilhas.

Explorando a ilha de bicicleta

Se você é um entusiasta da natureza, não pode perder os santuários de tartarugas em Gili Meno. Esses locais são, sem dúvida, o habitat de tartarugas verdes e de cabeça chata, proporcionando uma oportunidade única para aprender sobre essas criaturas incríveis. Além disso, é possível observar tartaruguinhas em suas piscinas, tornando a experiência ainda mais envolvente para os visitantes.

Para os apaixonados pelo mergulho, as Ilhas Gili são um verdadeiro paraíso. Com centros de mergulho de alta qualidade, adequados tanto para iniciantes quanto para mergulhadores experientes, você tem a oportunidade de explorar recifes de coral incríveis. Além disso, a opção de snorkel é excelente para descobrir os melhores pontos de mergulho, com máscaras e barbatanas disponíveis para aluguel.

O snorkel para ver as esculturas submersas, conhecido como “The Nest” e criado pelo escultor britânico Jason Caíres Taylor, destaca-se como o ponto alto do turismo nas Ilhas Gili. O lugar está sempre lotado, pois recebe barcos das três ilhas. A dica é reservar um barco privado e fazer o passeio bem cedinho, o investimento vale muito a pena.

Esculturas submersas

Ver o pôr do sol é um dos nossos planos preferidos, e o espetáculo nas Ilhas Gili é uma experiência imperdível. Encontrar a praia perfeita para assistir a esse fenômeno natural é fácil – basta seguir a direção do pôr do sol e explorar as praias ao redor. Embora muitos destaquem o Pink Coco, percebemos que as bebidas lá têm um preço mais elevado em comparação com outros bares. Para economizar, há várias outras opções de bares com a mesma proposta bem pertinho uns dos outros.
Por do sol Gili T

Explorar os esportes aquáticos nas Ilhas Gili é uma experiência imperdível para os turistas em busca de aventuras marinhas. Desde Stand Up Paddling até kitesurf e wakeboard são oferecidos nas Ilhas Gili, proporcionando emoções aquáticas empolgantes. No entanto, é vital nunca subestimar as correntes, que podem ser fortes em certos momentos.

Tartaruga Gili t

Além dos esportes aquáticos, explorar o mercado noturno em Gili Trawangan é uma experiência gastronômica imperdível para os turistas. Realizado diariamente por volta das 18h na praça do mercado em frente ao píer do barco, o mercado oferece uma variedade de especialidades, desde peixe fresco e frutos do mar.

Mercado noturno Gili T

E para finalizar essa experiência gastronômica, não deixe de se deliciar com um delicioso crepe nas barraquinhas que você encontra facilmente na beira da praia. 

Em resumo, as Ilhas Gili têm algo para todos os gostos, desde a serenidade das praias até a emoção das atividades aquáticas. 

Dicas extras

A principal atividade nas ilhas é o snorkel ou até mesmo mergulhar no mar para se refrescar do calor. Leve sapatilhas de mergulho para proteger seus pés, pois quase todas as praias possuem muitos corais quebrados no mar. É muito desconfortável entrar descalço, e há um grande risco de cortar o pé.

Se decidir evitar o uso de cavalos, planeje cuidadosamente a bagagem para as Ilhas Gili, pois você mesmo precisará carregá-la até o seu hotel. Uma alternativa é escolher acomodações próximas ao pier; a nossa estava a 5 minutos de caminhada, o que facilitou bastante. Lembre-se de que as ruas das ilhas podem ser precárias, com partes de terra e areia, tornando as malas de rodinhas problemáticas se precisar caminhar para o outro lado da ilha.

Muitas acomodações não possuem água doce e quente, se isso for um problema para você, leia com atenção as avaliações nos sites. Onde ficamos não tinha água quente, mas estava tão calor que isso não foi nenhum problema para nós. 

Se você for o tipo de pessoa que enjoa no mar, não esquece de levar um remédio para enjoo, o mar pode estar bem agitado.

Independente de qual ilha escolher, leve uma quantidade considerável de dinheiro em espécie, principalmente se tiver indo para Meno ou Air. Muitos lugares não aceitam cartão e além disso, os caixas eletrônicos não estão disponíveis com tanta facilidade como em Bali. 

Como a maioria da população é muçulmana, todas as ilhas possuem mesquitas com alto-falantes para as orações. Isso faz com que em alguns momentos do dia toda a ilha seja tomada pelo som. Elas começam bem cedo, tipo 5h, portanto, se você tem o sono leve, procure nas avaliações se a sua acomodação esta próxima de alguma mesquita. 

Aqui NESSE POST, você confere todas as dicas para organizar sua viagem para a Indonesia!

Deixe um comentário